6 dicas para manter a segurança em condomínio

6-dicas-para-manter-a-seguranca-em-condominio.jpeg

Uma das maiores vantagens que as pessoas buscam quando escolhem morar em um condomínio é a segurança. Morar em uma casa que fique fora desses tipos de complexos, por exemplo, pode fazer com que seus moradores sintam-se vulneráveis e sem ter a quem recorrer no caso de uma emergência. 

Entretanto, mesmo com toda a tecnologia empregada na área de segurança, ainda podem acontecer assaltos dentro de condomínios. O aumento da violência faz com que a solução seja redobrar as medidas de proteção e investir em mais recursos que não expõem os moradores.

Quer saber mais? Confira agora seis dicas para a manter a segurança em condomínio!

Invista em equipamentos de segurança

Equipamentos de segurança, como câmeras, alarmes, grades e interfones são essenciais, além da presença de funcionários trabalhando como vigilantes. Uma boa medida também é manter sempre as entradas bem iluminadas para facilitar a identificação de pessoas que se aproximam. 

Atualmente existem vários sistemas de segurança que padronizam a identificação, facilitam o acesso e permitem um controle maior da circulação dentro do condomínio. Alguns desses sistemas são capazes de cadastrar veículos (inclusive de visitantes), moradores e até prestadores de serviço. 

Tenha cuidado com entrada e saída de visitantes 

A entrada e a saída de visitantes são os momentos que mais exigem a atenção dos funcionários da portaria. Além das visitas frequentes, o fluxo de pessoas entrando e saindo do condomínio por diversos motivos costuma ser muito grande.

Oriente os funcionários da portaria a não permitirem a entrada de estranhos sem identificação e autorização do morador. No caso de entregadores, o ideal é que eles aguardem para serem recebidos pelo morador. 

Instale uma guarita 

A guarita tem a função de proteger o funcionário que trabalha na entrada do condomínio. Sem ela, a pessoa fica exposta e indefesa. Se o condomínio não possui uma, é importante providenciá-la para redobrar a segurança. 

Ofereça treinamento para os funcionários 

No dia a dia, muitas regras e procedimentos acabam esquecidos. Por isso, é sempre importante reforçar as normas de segurança e garantir que os funcionários cumpram os procedimentos. 

Ofereça treinamentos periódicos e verifique se os funcionários estão cientes de regras básicas, como não permitir entrada de estranhos sem autorização prévia, nunca fornecer informações dos moradores ou dos sistemas do condomínio a ninguém e procurar checar sempre quem está dentro de um veículo antes de abrir a garagem. 

Tenha atenção na hora da contratação de prestadores de serviço 

Na hora de admitir funcionários ou prestadores de serviço, prefira escolher pessoas que tenham referências e não se esqueça de checar os antecedentes. Estimule os moradores a adotar a mesma postura na hora de contratar serviços. 

Conscientize os moradores 

A colaboração dos moradores é fundamental para que as normas de segurança sejam eficientes. Durante as assembleias ou por meio de avisos, instrua os condôminos a nunca deixar chaves de carros ou apartamentos na portaria e ter cuidado na hora de entrar e sair do condomínio. 

Quando estiverem se aproximando da entrada, moradores devem criar o hábito de checar as imediações do prédio e estar atentos a qualquer movimentação estranha. Além disso, devem evitar acionar portões automáticos de uma distância longa, uma vez que algum criminoso pode estar à espreita aguardando a oportunidade de entrar no edifício. 

Em caso de emergência, moradores e funcionários podem criar um código especial. Caso estejam em situação de perigo, o condômino pode fazer algum sinal para que o porteiro acione a polícia. 

Hoje em dia, infelizmente, estamos suscetíveis à violência, portanto todo cuidado é pouco para proteger nossa casa e nossa família. Moradores, síndico e funcionários devem ser responsáveis e estar sempre atentos para que a segurança em condomínio seja mantida. A colaboração de todos faz a diferença! 

Você, como muitas pessoas, também se preocupa com a segurança? Fica muito aflito quando o assunto é a proteção das crianças? Então não deixe de conferir nosso artigo sobre segurança infantil nos dias de hoje

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo