5 razões para deixar seu filho brincar ao ar livre

5_razões_para_deixar_seu_filho_brincar_ao_ar_livre.jpg.jpeg

Todos nós sabemos que as novas gerações possuem grandes diferenças quando comparadas às mais antigas. Se a molecada de outrora gostava de brincar de pique, jogar bola na rua e andava descalça por aí até escurecer, a criançada atual é muito mais ligada nos videogames, tablets e computadores.

No entanto, os estudos atuais mostram que isso é um erro. Existem diversos benefícios — bastante variados — que devem convencer os pais de que a melhor alternativa para os pequenos é deixar a modernidade um pouco de lado! Quer descobrir cinco razões para deixar seu filho brincar ao ar livre? Então confira o post a seguir!

Aumentar a socialização

A socialização é uma das grandes vantagens de deixar seu filho brincar ao ar livre, afinal, ninguém faz amigos de verdade atrás da tela do computador ou da televisão. Nos espaços abertos, os pais têm uma boa oportunidade de incentivar suas crias para que elas interajam com crianças de diferenças idades e também de realidades distintas. Enquanto na escola o convívio se dá mais com pessoas da mesma faixa etária, nos parques, praias e playgrounds existe uma maior variabilidade, o que é altamente positivo, pois os mais novos têm muito a aprender com os mais velhos. Essa é uma forma de descobrir o mundo e aprender sua maneira de interagir consigo mesmo, com os outros e com o ambiente que nos cerca.

Reforçar o sistema imune

Muitos pais acham que os ambientes externos podem ser perigosos para a saúde dos filhos, mas as pesquisas mais recentes colocam em cheque essa preocupação. Na realidade, o contato com alguns micro-organismos é muito importante, pois “ensina” o sistema imune dos pequenos, que ainda está em fase de desenvolvimento, a funcionar do jeito certo. É dessa maneira que o corpo cria anticorpos e melhora a sua resistência para poder enfrentar doenças e infecções. Mas, lembre-se: o essencial é que as crianças tenham contato com a natureza e não necessariamente com o que é sujo.

Melhorar a noção espacial

É nas brincadeiras ao ar livre que as crianças começam a ter uma maior integração com o espaço natural. Na fase de desenvolvimento, é indispensável andar em pisos diferentes, como areia, grama, terra, chão duro e sentir como essas superfícies são distintas. O mesmo vale para as brincadeiras propriamente ditas: jogando bola ou na hora do pique, os pequenos se movem com mais liberdade, conhecem a si mesmos e testam suas velocidades e distâncias. Quanto mais seu filho se movimentar, maiores serão os estímulos ao cerebelo e o resultado será um indivíduo com muito mais organização espacial e equilíbrio no futuro. 

Estimular a criatividade

Quando a criança sai para brincar ao ar livre, ela também é constantemente desafiada. Seja pela brincadeira em si, pelas mudanças de luminosidade, pelos distintos tipos de terreno ou pela variabilidade de situações, os seus filhos terão que buscar soluções para chutar a bola da forma correta, construir o melhor castelo de areia, pular a amarelinha ou alcançar os amiguinhos. O resultado? Crianças muito mais capazes e criativas com o passar do tempo.

Minimizar os riscos de miopia

Essa é uma das vantagens menos conhecidas de se brincar ao ar livre, mas os estudos já não deixam dúvidas de que a miopia é um mal moderno. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, o número de míopes no mundo dobrou nos últimos anos e uma das causas é o pouco tempo em ambientes mais amplos e o excesso de atividades em locais fechados, o que prejudicaria o desenvolvimento adequado da capacidade visual. Especialistas sugerem que as crianças precisam equilibrar atividades realizadas mais de perto, como a leitura, com outras que utilizam a visão à distância.

Essas são cinco das maiores razões para deixar seu filho brincar ao ar livre. Gostou do conteúdo? Então aproveite e assine nossa newsletter para receber mais artigos como esse em primeira mão!

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo